AINDA BOLSONARO?

CUNHA E SILVA FILHO

( PÓS-DOUTOR EM LITERATURA COMPARADA PELA UFRJ. MEMBRO EFETIVO DA ACADEMIA BRASILEIRA DE FILOLOGIA, . ABRAFil . ESCREVE PARA A REVISTA “ORIZONT LITERAR CONTEMPORAN” (OLC), SEDIADA EM BUCARESTE, ROMÊNIA)

LEITORES, EU PENSEI (PENSEI MESMO!) QUE O SR. BOLSONARO FOSSE MESMO SE EMENDAR . EM INGLÊS , TEM UM VOCÁBULO QUE BEM CONDIZ COM O QUE SE ESPERA DE UMA PESSOA QUE QUER MELHORAR DE COMPORTAMENTO EM TODOS OS SENTIDOS ENQUANTO É TEMPO: “TO REFORM”.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA FAZ E ACONTECE. NÃO CITAREI TODOS OS MALFEITOS DESTE DESGOVERNO QUE AÍ ESTÁ INSTALADO E REFESTELADO NAS DELÍCIAS E RÉGIAS REGALIAS DO PODER.

APENAS ME CINGIREI A ALGUNS MALFEITOS DO PRESIDENTE DE PLANTAO, DOS ABSURDOS E INSANIDADES QUE O SR, JAIR BOLSONARO TEM COMETIDO EM SÉRIE E SEM SE IMPORTAR COM O QUE FAZ .

QUER DIZER, , ELE COMETE AS AÇÕES E DETERMINAÇÕES ESTAPAFÚRDIAS E NEM ESTÁ AÍ PARA O QUE POSSA ACONTECER COM OS SEUS DEMANDOS E PARA AS CONSEQUÊNCIAS FUNESTAS E DANOSAS QUE VEM PRATICANDO DESDE O INÍCIO DO SEU DESATRADO MANDATO.

NO SEU DESVARIO DE NATUREZA SIMÃOBACAMARTIANA DE PRESIDENTE ENCANTADO COM A DELÍCIAS DO CARGO.

O SR, BOLSOANRO, NÃO OBSTANTE SER UM DESPREPARADO DE NOTÓRIO ÍNFIMO SABER PARA A ALTA FUNÇÃO QUE OCUPA, POR ÚLTIMO, DETERMINOU, MEDIANTE SEU MALVADO MINISTRO DA ECONOMIA, QUE AGE TAMBÉM COM "MANU MILITARI " PARA USO EXTERNO, NÃO PARA ECONOMIZAR GASTOS FARAÔNICOS, TAL COMO ESTE DE AUMENTAR SALÁRIOS DO ALTO ESCALÃO FEDERAL.

REAJUSTE, COMO SE PODE CONSTATAR , CONCEDIDO EM TEMPO INOPORTUNO E COM INÚMEERAS DIFICUDLADES COM A TRAGÉDIA DA PANDEMIA BRASILEIRA, SENDO ESTA EPICENTRO PANETÁRIO DACOVID-19 UM “ACINTE, “ COMO BEM DEFINIU UMA EXCELENTE JORNALISTA E COMENTARISTA POLITICA AO COMENTAR O POLPUDO AUMENTO DE SALÁRIO ANUNCADO PELO GOVERNO FEDERAL PARA UMA MINORIA DE OCUPANTES DE ALTOS CARGOS DESRTA REPÚBLICA DE PRIVILEGIADOS. TENHO OUVIDO FALAR DE QUE DE QUE O TODO-PODEROSO E MALVADO MINISTRO DA ECONOMIA PERMITIU UM "LAISSEZ FAIRE" DE AUMENTOS DE PREÇOS DISSO E DAQUILO AOS COMERCIANTES DE TODOS OS TIPOS.

POR ESSAS E OUTRAS RAZÕES É QUE, LEITORES, REPUBLICO O MEU ARTIGO SOBRE O SR . BOLSONARO, NO QUAL, MAIS UMA VEZ, DESEJARIA QUE SE CONCRETIZASSE, NA CONTRAMÃO DOS ALIENADOS CONSCIENTES E INCONSCIENTES E FANÁTICOS “APOIADORES “(PALAVRA HORRÍVEL!) DO ATUAL GOVERNO.

POR ISSO, OUTRA VEZ CLAMO AO PRÓPRIO PRESIDENTE JAIR BOLSONARO NO TOCANTE AO SEU CARGO DIANTE DE DESCALABRO DO CENÁRIO DA POLÍTICA NACIONAL, QUE SAIA DO CARGO .  SEGUE O ARTIGO:

O governo tem o povo que merece

Em 04/04/2021, às 08H25

O POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE.

Cunha e Silva Filho(1)

Nem os escândalos do mensalão, do petrolão, nem tudo que se faz de autoritarismo no poder conseguem derrotar o grande partido do povão, do povinho e de parte da elite econômica e intelectual brasileira. Estamos num mato sem cachorro, numa ciranda de ambiguidades que só interessam aos que estão mandando e desmandando no poder. Vivemos o mais agudo momento de embustes e mistificações em toda a nossa história política.

O país não é unido, antes é cordial, ordeiro, bonzinho, sem personalidade nítida. Somos camaleônicos, macunaímicos, bruzundanguenses. Gostamos da memória curta e saboreamos , álacres, uma cervejinha no boteco, um partida com preço de ouro no Maracá, e, lá fora, somos ainda conhecidos como o país do Pelé, do futebol, das mulheres de ancas largas e bumbuns empinados que valem ouro aos olhares cúpidos - regalo para os turistas branquelos que aqui aportam com olhos lascívios para uma mulata, morena ou branca de belas curvas niemeyerianas. Somos um página de O cortiço, de Aluísio Azevedo (1857-1913) ou um outra pagina lúbrica de A carne de Júlio Ribeiro (1845-1890), zombeteiramente chamada de A carniça pelo zombeteiro Agripino Grieco(1888-1973)

Fomos governados por um presidente entre pícaro e malandro, detentor de honrarias mil até no estrangeiro, doutor sem nunca ter sido, cantado em verso e prosa por escribas de todos os níveis intelectuais, aqui e lá fora. Somos degaullianos, somos também eternamente futuristas. Somos a picardia em pessoa e o pior é que uma parcela bem grande defende todas essas artes pedromalazatianas.

Ora, se somos toda esse amálgama de traços psicológicos e morais, delegamos toda essa “qualidades” aos nossos políticos e por isso confiamos neles piamente, temos sempre esperança de dias melhores que nunca, na realidade, nos chegam, terra prometida mas não cumprida. Fica tudo para as calendas gregas e brasílicas, planaltistas, alvoradense, aulicianas, luloptetistas com “bases aliadas, confundidoras da massa ignara, iletrada, sem brios, meros Judas vendendo a Cristo por migalhas.

Heróis sem caráter da pós-modernidade cúmplice de todas as patifarias, conluios, Somos ópera-bufa, bucha de canhão, vítimas passivas dos engodos das discurseiras neo-sebastianistas temperadas com o pior figurino demagógico-eleitoreiro-nacionalista-messiânico.Somos os soldados sonolentos que aparecem no grotesco paço joanino do picaresco/malandro romance Memórias de um sargento de milícias, de Manuel Antônio de Almeida (1831-1861) As cena histriônica até hoje nos provocam boas gargalhadas.

O presidencialismo todo-poderoso dílmico com chumaços de realeza britânica às avessas vem, agora, não bastassem todas estropolias de gastança e regabofes do Erário Público, tapar o rombo por ele provocado, ressuscitando a publicamente execrada CPMF criada, talvez com boa intenção de seu criador, para melhorar a saúde pública, mas com aportes desviados para outras finalidades, tanto assim que a saúde pública brasileira, ao invés de melhorar , foi para o fundo do poço e hoje é ainda vergonha nacional, a despeito da publicidade enganos paga a peso de ouro para enganar trouxas.

Deterioraram as contas públicas por incompetência aliada à corrupção e ainda nos vêm pôr goela abaixo por decreto a mencionada CPMF e mais impostos, e mais arrocho salarial, com o anúncio agora de congelamento de salários.

Como assim? Se querem congelamento de salários do funcionalismo federal, seria uma malvadez enorme deixar que os preços dos alimentos, dos remédios dos aluguéis e de todos os as tarifas públicas que estão encolhendo nosso salários.

Não é lícito congelar salários com alta de preços. Então, que se “decrete” o congelamento dos preços. Então, vão passar por cima do Congresso medidas tão drásticas e antidemocráticas determinada por uma governante sob cuja responsabilidade recai os desregramentos de gastanças de uma administração pródiga e perdulária? Não será diminuído o tamanho dos trinta e nove ministérios? Por que não eliminar uns vinte? Se a Câmara, o Senado e a sociedade não repudiarem tudo isso, não hesitarei em concluir este artigo com o título que lhe dei: O povo tem o governo que merece, escusando-me pela pobreza oportuna do lugar comum do enunciado.

NOTA;

O ARTIGO ACIMA-MENCIONDO, EMBORA DATADO - RECONHEÇO - . EXPRESSA A MINHA INDIGNAÇÃO DIANTE DO LADO PODRE DO PETISMO. ENTRETANTO, ME REFERINDO AO SR, JAIR MESSIAS BOLSONO, ATUAL MANDATÁRIO DA NOSSA REPÚBLICA, O SEU GOVERNO NÃO FICA, PORÉM, ATRÁS DO LULUPETISMO . AO QUE SABEMOS, O DESGOVENRO DO SR. BOLSONARO É DE OUTRA NATUREZA , OU SEJA, É O DE UM PRESIDENTE DA REPÚBLIOCA QUE NÃO TEM COMPETÊNCIA PARA DIRIGIR A NAÇÃO.

PRIMEIRO, POR SER ORIENTADO POR UMA LINHA IDEOLÓGAICA DA EXTREMA-DIREITA. SEGUNDO, POR SER MAL ASSESSORADO POR MINISTROS INCOMPETENTES E MAL ESCOLHIDOS. TERCEIRO, POR SUA TOTAL IRRESPONSABILIDADE E MENOSCABO ÀS RECOMENDAÇÕES CIENTÍFICAS DE COMO TRATAR A PANDEMIA EM NOSSO PAÍS.

ELE, O PRESIDENTE DA BALA, FEZ OUVIDOS DE MERCADOR E SE IMOBILIZOU NA ATITUDE DEPLORÁVEL DE DESPREZO AOS RECORRENTES AVISOS DA CIÊNCIAS MÉDICAS, DO UNIVERSO ACADÊMICO MUNDIAL QUANTO À EXTREMA GRAVIDADE DA CONTAMINAÇÃO CRESCENTE E ASSUSTADORA DA PANDEMIA.

POR ÚLTIMO, POR NÃO HAVER DADO URGENTÍSSIMA PRIORIDADE AO COMBATE DA PANDEMIA NO BRASIL. A IRRESPONSABIILDADE DO ATUAL PRESIDENTE DA REPÚBLICA CHEGOU AO PONTO DE HAVER CAUSADO UM ATRASO IMPERDOÁVEL, - SERIA MELHOR DIZER - , CRIMINOSO, NO COMBATE EM ÂMBITO NACIONAL E SOB O RIGOROSO CONTROLE DO GOVENRO FEDERAL.

A DESÍDIA, NESTE SENTIDO, POR FALTA DE A ESTRATÉGIAS, JÁ CAUSOU MAIS DE TREZENTAS MIL MORTES NO PAÍS! UM ASSUSTADOR NÚMERO DE VÍTIMAS QUE ELEVARAM O BRASIL À CONDIÇÃO VEXATÓRIA DE "CELEIRO" DO VÍRUS, DE SER O EPICENTRO DA COVID-19.

ORA, DIANTE DE OUTRAS NAÇÕES MAIS ADIANTADAS , ESSA IMAGEM APOCALÍPTICA JÁ PROVOCOU UMA SÉRIE DE OBSTÁCULOS NAS RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS COM OUTROS PAÍSES.

A TRAGÉDIA ANUNCIADA NO PAÍS, INFELIZMENTE, JÁ SE INSTALOU E, O QUE É AINDA PIOR, SEM CONTROLE. RESTA APURAR, ASSM QUE POSSÍVEL, A CULPABILIDADE DESSA TRAGÉDIA BRASILEIRA, QUE, CLARA COM A NEVE, TEM ENDEREÇO CERTO E LÍQUIDO. QUEM VIVER, VERÁ.

R E N U N C I E, SR JAIR BOSLONARO, PELO BEM DO BRASIL"

VIVA O BRASIL!

Curtir

Comentar

Compartilhar