Retenho a alma da minha cidade encantada 
e o coração 
de seus viventes na armadura 
de um farol que busca amplidões

no choque entre as pedras 
mansas e bravas

que se desprendem do azul oceânico 
de um céu vazio

Poema de Diego Mendes Sousa, Velas Náufragas (Editora Penalux, 2019)

Praia da Pedra do Sal, na Parnaíba, costa do Piauí.