ALRESC entra em nova fase com CNPJ e
alerta associados faltosos e inadimplentes


A Fundação Academia de Letras da Região de Sete Cidades (ALRESC) a partir de julho de 2014 passará a funcionar devidamente em dia com o fisco, através do seu CNPJ. 

Em razão de convênios nas áreas federal, estadual e municipal e prestação de sua atividade financeira no Tribunal de Contas, não poderá mais permitir inadimplência por parte de alguns membros de seu quadro de associados. 

Como a ALRESC, em Assembleia Geral, decidiu pelo fim da vitaliciedade, o associado que não concordar com o novo estilo de administrar da diretoria da instituição poderá pedir o seu desligamento, sem nenhum ônus ou trauma para as partes.

Há no quadro da ALRESC, associados que não frequentam as reuniões, sessões eleitoraies,. assembleias e não pagam a anuidade. É como se não existissem ou pertencessem à instituição cultural, disse o presidente da ALRESC, jornalista e historiadcor JOSÉ Alves FORTES Filho.

Até o princípio do mês de julho, o associado da ALRESC poderá regularizar a sua situação perante a entidade ou, se decidir, poderá pedir o seu desligamento da ALRESC por não concordar em pagar a anuidade.

 

Foto